A Narrativa de Vida ao serviço do auto-conhecimento

No dia 23 de novembro esteve na escola André Fernandes, numa ação articulada entre a Biblioteca Escolar, o Departamento de Línguas e PESES. Foi um tempo para se falar de vida e de morte, e do que se passa durante esse tempo em que existimos, sem tabus. Foi bem evidente a importância da narrativa de vida na construção do nosso conhecimento. Mais uma etapa no derrubar de Muros, estes bem complexos e que nos condicionam quotidianamente.